A   B   C   D   E   F   G   H   I   J   K   L   M   N   O   P   Q   R   S   T   U   V   W   X   Y   Z  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

QUEBRA PEDRA RASTEIRO

Nome Científico:
Euphorbia prostrata  Aiton

Família botânica:
Euphorbiaceae

Sinonímias:
Chamaesyce prostrata (Aiton )Small,Euphorbia chamaesyceL.E. callitrichoidesH.B.K. , E. perforata Guss


Nomes populares:
quebra-pedra, erva-pombinha, saxifraga, burra-leiteira, erva-de-santa-luzia, caá-cambui.

Origem ou Habitat:
América central

Características botânicas:
É uma erva rasteira, latescente, pilosa, de talos rosados ou arroxeados, folhas de 0,2-1,1 cm de comprimento e 0,5 cm de largura, simples, largo-elípticas até obovadas ou ovadas, assimétricas na base, membranosas, alternas. Inflorescência tipo ciátio isolado, saindo do caule e ramos laterais, de até 0,1 cm de diâmetro. Fruto tipo cápsula, de cerca de 0,1 cm de diâmetro.

Partes usadas:
Partes aéreas

Uso popular:
Usado para dor nas costas, pedra nos rins, "urina presa",para este fim é usada a planta seca.
o "latex " é usada em verruga plantar(olho de peixe).


Composição química:
Foram isolados ácido gálico, corilagina, trigaloilglicose, geraniina, tellimagradina I, II e rugosina A,E,D e G (CHEN et al., 1992)

Ações farmacológicas:
Estudos clínicos com Euphorbia prostrata mostrou atividade em hemorróidas (GUPTA).
em coelhos mostrou atividade em diminuir picos hiperglicêmicos.
mostrou atividade anti-inflamatória .


Interações medicamentosas:
não há estudos

Efeitos adversos e/ou tóxicos:
É planta considerada tóxica na literatura , apesar de ser uma espécie pouco estudada, sabe-se que o suco da planta é irritante das mucosas e o óleo das sementes, um purgante drástico (CONTRERAS & ZOLLA, 1982; REITZ, 1988).

Contra-indicações:
Evitar o uso interno da planta até sabermos mais sobre o uso seguro desta espécie

Posologia e modo de uso:
É utilizada a planta fresca para verruga plantar; utiliza-se o látex que escorre, colocando sobre a lesão.
Na literatura é descrito o uso do decocto adoçado com açúcar para pedras da urina, tomando uma xícara 3 vezes ao dia. (ROIG Y MESA, 1945)


Observações:
esta planta , considerada tóxica , deveria ter um estudo a partir da indicação popular -abafado de planta seca - , pois informantes a consideram melhor que espécies do gênero Phyllanthus .





Referências:

ROIG Y MESA, J. T. Plantas Medicinales aromaticas o venenosas de Cuba. Habana, Cuba: Cultural S.A., 1945.
CHEN et al., 1992)completar referência
CONTRERAS & ZOLLA, 1982;
REITZ, 1988.
Eur Rev Med Pharmacol Sci. 2011 Feb;15(2):199-203. The efficacy of Euphorbia prostrata in early grades of symptomatic hemorrhoids--a pilot study. Gupta PJ. Source Gupta Nursing Home, Laxminagar, Nagpur, India. drpjg@yahoo.co.inJ Ethnopharmacol. 1990 Jul;29(3):291-4. Topical antiinflammatory effects of Euphorbia prostrata on carrageenan-induced footpad oedema in mice. Singla AK, Pathak K. Source Department of Pharmaceutical Sciences, Panjab University, Chandigarh, India.
J Ethnopharmacol. 1989 Nov;27(1-2):55-61. Anti-inflammatory studies on Euphorbia prostrata. Singla AK, Pathak K. Source Department of Pharmaceutical Sciences, Panjab University, Chandigarh, India